Felipão faz as pazes com parte da Globo

Avenida Brasil 17-11-2018 09:08
Por João Almeida Moreira

A propósito do 70.º aniversário de Luiz Felipe Scolari, a líder de audiências TV Globo tentou fazer as pazes com o treinador, agora que ele está de novo em alta, ao conduzir o líder do Brasileirão, o Palmeiras, depois do fracasso do Mundial-2014. Um repórter confecionou até um bolo e Ana Maria Braga, apresentadora de programa matinal e adepta confessa do verdão, homenageou Felipão. Mas o programa Bem, Amigos, de Galvão Bueno, ouviu um não do aniversariante. Ele esqueceu a Globo como um todo, não o narrador dos jogos do Brasil, em particular.  

Tite declara guerra a Marcelinho Carioca
Conciliador, pelo menos desde que saiu do futebol de clubes e assumiu a seleção, Tite criou, entretanto, um antagonista. É Marcelinho Carioca, tal como o técnico um ex-ídolo do Corinthians. Marcelinho acusou o treinador da seleção de se deixar influenciar por empresários na hora de escolher a equipa. «Baixo», reagiu, zangado, o selecionador. «Marcelinho, toma muito cuidado ao generalizar, eu tenho 57 anos e uma história, os erros que cometo são táticos e técnicos, não admito essas ilações», disse, na direção da câmara, em conversa com a ESPN Brasil.

City vs United? Vamos ouviu Maxwell
Antes do dérbi Man. City-Man. United da jornada passada, as televisões apressaram-se a ouvir Maxwell, claro. Claro? Mas o lateral-esquerdo, hoje com cargo na direção do Paris Saint-Germain, nunca passou pelos gigantes do norte de Inglaterra, como a sua opinião pode ser tão relevante? É que Maxwell é o único brasileiro a ter sido treinado quer por Guardiola, quer por Mourinho, os dois mais mediáticos treinadores dos nossos tempos: «Pep chega com inspirações tão apaixonadas que nos convence; Mou é impressionante a fortalecer a nossa parte emocional.» 
 

Ler Mais
Comentários (0)

Últimas Notícias