Éder Militão no Real Madrid reaproxima Florentino Pérez de Kia Joorabchian

FC Porto 15-03-2019 19:58
Por Bruno Andrade

A transferência de Éder Militão para o Real Madrid, além de injetar 50 milhões de euros nos cofres do FC Porto, é vista nos bastidores como um passo importante para o presidente merengue Florentino Pérez reaproximar-se do influente empresário Kia Joorbchian, um dos três representantes do zagueiro brasileiro.

A BOLA Brasil sabe que mandatário do clube espanhol e o agente iraniano têm uma relação conturbada que já dura cerca de dez anos. Um acordo frustrado para levar Carlos Tevez para o Santiago Bernabéu em 2009 foi o pivô do problema.

O nome de Tevez,passou a ser discutido no Real poucos meses antes badalada contratação de Cristiano Ronaldo. Predrag Mijatovic, então diretor de futebol, deixou um acordo alinhado com Kia, que até hoje cuida da carreira do argentino. O dirigente montenegrino, no entanto, acabou por perder o cargo semanas depois, juntamente com o presidente Ramón Calderón, num grave caso de escândalo interno. 

A mudança no poder atingiu em cheio o planejamento de reforços. Florentino, que já havia presidido o Real Madrid entre 2000 e 2006, reassumiu a função, tendo rapidamente deixado de lado o acerto encaminhado pelo antecessor para contratar o argentino que atualmente defende o Boca Juniors. Priorizou a contratação junto ao Manchester United de CR7, por quem pagou 94 milhões de euros, e resolveu apostar ainda no francês Karim Benzema, na época destaque do Lyon.

Ronaldo, quando soube que Tevez fazia parte dos planos do antigo presidente merengue, tentou convencer Florentino Pérez a retomar a negociação. O pedido para juntar-se outra vez ao ex-companheiro foi em vão - jogaram juntos nos red devils entre 2007 e 2009. O presidente bateu o pé e manteve a decisão, consequentemente criando também um mau-estar com Kia Joorbachian.

Pronto para viabilizar novos negócios no Real e satisfeito com o sucesso da transferência de Éder Militão, que assinou contrato de seis temporadas com o clube merengue, Kia esteve na última quinta-feira à noite no Porto para comemorar a transação milionária. A confraternização (na foto) contou ainda com o sócio Giuliano Bertolucci, velho conhecido do futebol português, sobretudo do Benfica, e Ulisses Jorge, que há anos trabalha ao lado do zagueiro.

Kia, recorde-se, também ajuda a administrar a carreira de outros dois jogadores do FC Porto: os brasileiros Felipe e Alex Telles. O cartel do empresário iraniano conta ainda com outros nomes de peso do futebol internacional, entre eles Philippe Coutinho (Barcelona), Willian (Chelsea), David Luiz (Chelsea), Maquinhos (PSG), João Mário (Inter de Milão) e Cédric Soares (Inter de Milão).

*Texto escrito em português do Brasil

Ler Mais
Comentários (0)

Últimas Notícias