Hamilton fecha temporada em beleza no Abu Dhabi

Fórmula 1 25-11-2018 15:12
Por Auto Foco

Lewis Hamilton venceu o Grande Prémio do Abu Dhabi de Fórmula 1, disputado no circuito Yas Marina, a última corrida da temporada de 2018, consagrando o britânico que já tinha garantido o título no GP do México (duas provas antes). Hamilton somou o quinto mundial, igualando Juan Manuel Fangio. Agora só Michael Schumacher, com sete cetros, é mais galardoado do que o atual piloto da Mercedes.  

No arranque, não sucedeu nada de especial. Hamilton defendeu bem a pole position conquistada com brilhantismo na véspera e liderou o pelotão na passagem pela primeira curva. Verstappen foi o único a destacar-se, e pela negativa. O holandês partiu mal, devido a uma avaria momentânea do motor Renault Tag Heurer (o piloto teve mesmo de reiniciar o sistema de gestão eletrónica nas primeiras voltas), e perdeu diversas posições.

Ainda na primeira volta, acidente aparatoso de Nico Hulkenberg, da Renault, que capotou após ter sido catapultado pelo toque na roda de Romain Grosjean, da Haas. Sem consequências físicas para o alemão da equipa francesa. Durante a operação de extração do piloto – o Renault ficou de rodas para o ar - e a remoção do carro da escapatória, entrou em pista o ‘safety car’.

Na 7.ª volta, Kimi Raikkonen desiste com avaria. O finlandês, que fez a última corrida pela Ferrari (transfere-se para a Sauber em 2019) ficou parado na pista e forçou a mais uma intervenção do ‘safety car’.  Hamilton aproveitou – a obrigatoriedade de moderação da velocidade de todos os carros - para antecipar a mudança de pneus. Saiu para a pista no 5.º lugar. O seu companheiro de equipa, Valtteri Bottas herdou-lhe a primeira posição.

Entre a 16.ª e a 18.ª volta, foi a vez de Bottas, Vettel e Verstappen também trocarem de pneus. Todos para uma mistura mais dura. Daniel Ricciardo protelou bastante a sua passagem pelas boxes e com isso colocou o Red Bull na liderança. Na 34.ª volta, o australiano finalmente parou e Hamilton – que, recorde-se, antecipou a paragem numa altura de safety-car’ - recuperou a liderança com 6 segundos de vantagem para Bottas e não foi mais incomodado até à bandeira de xadrez. Ricciardo caiu para o 5.º lugar, atrás do seu colega Verstappen.

Uma volta depois, Vettel ultrapassa Bottas e ascende à 2.ª posição, que manteve até final. Duas voltas depois, foi a vez de Verstappen também superar o finlandês da Mercedes, em mais uma excelente manobra do jovem holandês, que ficou no degrau mais baixo do pódio no Abu Dhabi. Ricciardo não perdeu muito tempo a seguir o exemplo do seu companheiro de equipa frente a Bottas e garantiu assim o 4.º lugar na despedida da Red Bull.

Classificação do G.P. do Abu Dhabi

1.º Lewis Hamilton (Mercedes), 1:39.40,282 horas

2.º Sebastian Vettel (Ferrari), a 2,581 segundos

3.º Max Verstappen (Red Bull), a 12,706 s

4.º Daniel Ricciardo (Red Bull), a 15,379 s

5.º Valtteri Bottas (Mercedes), a 47,957 s

6.º Carlos Sainz (Renault), a 1.12,548 minutos

7.º Charles Leclerc (Sauber), a 1.20,789 m

8.º Sergio Perez (Force India), a 1.30,275 m

9.º Romain Grosjean (Haas), a 1 volta

10.º Kevin Magnussen (Haas), a 1 volta

11.º Fernando Alonso (McLaren), 1 volta a

12.º Brandon Hartley (Toro Rosso), a 1 volta

13.º Lance Stroll (Williams), a 1 volta

14.º Stoffel Vandoorne (McLaren), a 1 volta

15.º Sergey Sirotkin (Williams) a 1 volta

Mundial de Pilotos

1.º Hamilton: 408 pontos

2.º Vettel: 320 pontos

3.º Raikkonen: 251 pontos

4.º Verstappen: 249 pontos

5.º Bottas: 247 pontos

6.º Ricciardo: 170 pontos

7.º Hulkenberg: 69 pontos

8.º Perez: 62 pontos

9.º Magnussen: 56 pontos

10.º Sainz: 53 pontos

Mundial de Construtores

1.º Mercedes: 655 pontos

2.º Ferrari: 571 pontos

3.º Red Bull: 419 pontos

4.º Renault: 122 pontos

5.º Haas: 93 pontos

Ler Mais
Comentários (5)

Últimas Notícias