«O meu pai vendia o almoço para comprar o jantar»

Chelsea 10-01-2019 21:00
Por Redação

Aos 30 anos, Willian é uma das principais figuras do Chelsea e presença assídua na seleção brasileira.

Reconhecimento ganho desde que chegou a Inglaterra, proveniente do Shakhtar Donetsk, mas que começou a ser trabalhado desde muito cedo, enquanto ainda residia na modesta localidade de Ribeirão Pires, onde alinhava na equipa local.

No primeiro episódio do documentário Willian: Sonhos e Glórias, que retratará alguns dos temas mais íntimos da vida do internacional canarinho, o próprio revela pormenores relativos às dificuldades sentidas em tenra idade.

«A nossa realidade era muito simples, os meus pais sempre trabalharam muito para que nunca faltasse nada. ‘O meu pai vendia o almoço para comprar o jantar’, esse ditado define na íntegra a minha infância», revelou o médio dos blues, que revelou nunca ter visto outro rumo que não fosse chegar a jogador profissional de futebol.

«Todos os dias brincava com os meus amigos na rua, e era sempre futebol. Mesmo quando não tinha treinos no meu clube, ficava a brincar na rua. A minha infância sempre foi futebol, nunca pensei noutra coisa», avançou Willian.

Ler Mais
Comentários (11)

Últimas Notícias